top of page

Novas Economias? Fluxonomia 4D? O que é isso??

Atualizado: 9 de jun. de 2020


Levanta a mão quem já ouviu falar em NOVAS Economias! E Fluxonomia 4D? Se você está ai de mão levantada chega mais! Mas se você nunca ouviu falar essa é a hora de deixar você curioso pra pesquisar e aprender mais sobre o assunto. Antes de falar sobre NOVAS economias, vamos relembrar o que é economia? “Economia é uma ciência que consiste na análise da produção, distribuição e consumo de bens e serviços. É também a ciência social que estuda a atividade econômica, através da aplicação da teoria econômica, tendo, na gestão, a sua aplicabilidade prática”, assim nos diz nosso amigo Google. Certo? Certo!

A economia também nos diz como administramos nossas escassez e nos lembra de que não há suficiente para todos, seja alimentação, moradia, dinheiro, educação, emprego. Se nossa demanda aumenta numa velocidade muito maior do que nossos recursos podem dar conta, é preciso buscar soluções que façam essa conta “bater”! E chegou a hora, ou melhor, já passou da hora de nos abrirmos a novas possibilidades e é sobre isso que falam as novas economias: a economia criativa, a economia compartilhada, a economia colaborativa e a economia multimoedas.

ECONOMIA CRIATIVA: “Matérias primas” baseadas no valor que você pode agregar ao mundo, que não se consomem, mas se multiplicam com o uso. Cultura, conhecimento, criatividade, experiências da comunidade.

ECONOMIA DO COMPARTILHADA: Não é preciso possuir um bem, mas criar infraestrutura mais acessível e sustentável, a partir do compartilhamento de espaços, equipamentos, materiais.

ECONOMIA COLABORATIVA: Iniciativas conectadas, unindo potenciais e processos em rede. Todos se ajudam e colaboram para o crescimento mútuo.

ECONOMIA MULTIMOEDAS: Recursos de toda natureza, não apenas monetários, trocas culturais, ambientais e sociais. Na minha jornada de descoberta dessas novas possibilidades, encontrei Lala Deheinzelin que criou uma metodologia, a Fluxonomia 4D, que é a combinação dessas 4 economias, para ativar potencias pessoais e comunitários através do fluxo das 4 dimensões da sustentabilidade: ambiental, financeira, cultural e social. Tá complicado? Já vai ficar mais fácil! Crescemos aprendendo a enxergar apenas o que é tangível (o ambiental e o monetário) porque medimos nossas riquezas considerando apenas o numérico e o monetário, mas quando observamos, compreendemos que nossos saberes, nossa cultura e a maneira de nos relacionar socialmente é nossa abundante e infinita riqueza. Percebemos que é possível fazer a transição de uma economia de consumo, baseada em competição e escassez, para uma economia de cuidado, baseada em colaboração e abundância. Vamos ser práticos agora? Já pensou em fazer uma horta no seu bairro? Conhece permacultura? Coworking, já ouviu falar? Salas que são compartilhadas entre vários profissionais. Banco de Tempo, você conhece? Onde a moeda de troca é o tempo para se obter diversos produtos e serviços (existem muitos pelo mundo!). Redes colaborativas que se unem para se ajudar, conhece alguma? ( acho que sim <3 - OxiGênio Criativo é uma rede!). Olhe em volta, no seu prédio, no seu bairro, na sua cidade. Apenas achamos que estamos correndo sozinhos, mas existem muitos “eus” buscando as mesmas coisas, então porque não buscamos juntes? Estamos enfrentando uma crise que será divisor de águas na vida de todos nós, como queremos que esse novo mundo seja construído depois de tudo isso? Chegou a hora de mudar o que não funciona mais, pois o novo “normal” não pode ser o mesmo de antes. Vamos juntos nessa construção?

242 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page